ADPF: Polícia Federal precisa de mais concursos públicos

Do portal da ADPF

concursopfEm 10 anos foram realizados apenas dois concursos públicos para Delegado de Polícia Federal. O último aconteceu no ano passado com 150 vagas. Foram mais de 46 mil inscritos e 20 mil passaram na primeira fase. Porém, o número de aprovados ainda não supre as necessidades da Polícia Federal.

Para se ter uma ideia da defasagem, na década de 70, o Conselho Superior da Polícia Federal estabeleceu que o contingente da corporação deveria ter 15 mil policiais. Hoje, quarenta anos depois, a quantidade de policiais federais não chega a 14 mil, sendo desses, 1,7 mil Delegados na ativa. Para Marcos Leôncio Ribeiro, presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), a falta de concursos públicos gera impactos na instituição.

“A Polícia Federal do Brasil é uma instituição que conta com mais de 50% de aprovação da população brasileira. As atribuições do órgão aumentam cada vez mais sem o correspondente investimento em pessoal e novas unidades policiais”, comenta o Delegado.

Nos próximos anos, a Polícia Federal atuará efetivamente em grandes eventos que ocorrerão no país como a Copa do Mundo e as Olimpíadas de 2016. Para o presidente, a PF tinha uma perspectiva de ter, até 2016, perto de 3 mil vagas de concurso público.

Atualmente, a Polícia Federal perde, em média, vinte e cinco Delegados por ano devido à aposentadoria ou outras formas de vacância. Nos cálculos da ADPF, precisa de pelo menos um novo concurso com mais 150 vagas para o cargo de Delegado Federal.

Leôncio comenta que o Estado precisa entender que, se querem manter uma instituição com confiabilidade e respeito da sociedade, é necessário também ter atenção e dar condições para que essa instituição possa crescer. Para o Delegado, discussões como a federalização de alguns crimes e um processo de interiorização da Justiça Federal requer planejamento de investimento e custeio sob pena de inviabilizar o atendimento das expectativas geradas pelo próprio governo. As informações são do portal da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF).

Leia também:

[Foto: Reprodução/ADPF]

Anúncios

Os comentários são de única responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do editor do blog. Se achar algo que viole nossos termos de uso, nos avise.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s