Polícia Civil de SP detém suspeito de três roubos e estupro no interior

Do portal da SSP-SP

bannerPC2A Polícia Civil prendeu ontem (12) à noite um pedreiro acusado de três roubos e um estupro nas cidades de Holambra e Artur Nogueira, no interior do Estado. Detido temporariamente por cinco dias, I.C., de 39 anos, foi encontrado em Itapira. “As investigações começaram em 8 de janeiro deste ano, quando o homem assaltou um sítio no bairro Alegre, em Holambra, quase na divisa das cidades”, conta a delegada Juliana Belinatti Menardo, responsável pelo município, que fica a 134 quilômetros da Capital.

Na madrugada daquele dia, I.C. subiu no telhado da residência, retirou algumas telhas e entrou na casa de trabalhadores rurais. Ele levou dois celulares e R$ 49. Uma família de seis pessoas foi feita refém. Ninguém ficou ferido na ação.

“Por incrível que pareça, eu também tenho uma filha de 15 anos”, teria dito o suspeito à filha do casal dono do sítio, segundo o relato das vítimas. A delegada contou que a família do pedreiro, quando esteve na delegacia, estava chocada e sem acreditar que ele era o autor dos crimes.

“O homem já era procurado desde 2012 por ter fugido de uma pena no regime semi-aberto. Ele morava em Itapira, onde foi encontrado após os dois meses de investigação e diversas interceptações telefônicas. Morou por seis meses em Holambra, período em que trabalhou em construções e cometeu os crimes”, relatou a Juliana.

Vinho e cigarros

O segundo crime aconteceu no dia 11 de janeiro. Com capuz e armado com uma “faca de açougueiro”, ele invadiu a casa de um tratorista e de uma auxiliar geral, no bairro do Fundão da cidade. Ameaçando-os, levou celular, notebook, videogame, R$ 565, cigarros e até uma garrafa de vinho.

“O casal, vítima do segundo crime, compareceu ao distrito policial e fez o reconhecimento do suspeito por voz e olhos, já que essa era única parte de seu corpo que não estava coberta. Em sua casa, investigadores encontraram os objetos das vítimas, que foram apreendidos”, destacou a delegada.

Em sua última ação na região, por volta da meia-noite de 29 de janeiro, I.C. invadiu a casa de um rapaz, de 23 anos, e estuprou a esposa dele, de 18, em Artur Nogueira. Além disso, ele roubou dois celulares das vítimas. A mulher também reconheceu o suspeito.

“Ainda hoje, envio ao Ministério Público uma representação pela prisão preventiva do criminoso por esses quatro crimes”, afirmou Juliana Belinatti. De acordo com ela, o primeiro registro criminal do pedreiro foi em 1996, também por roubo, na cidade de Holambra. As informações são do portal da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP).

Anúncios

Os comentários são de única responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do editor do blog. Se achar algo que viole nossos termos de uso, nos avise.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s