Dia do Herói Policial Civil emociona participantes

Do portal da Polícia Civil de SP

DSC_0778_miniO evento de iniciativa do deputado estadual Fernando Capez, visa lembrar os valorosos policiais que deram sua vida em defesa da sociedade. Para tanto, ele foi o autor da Lei nº 13.939, de 7 de janeiro de 2010, que oficializa a data como o dia 1º de fevereiro de cada ano.

Na ocasião, cada família de policial tombado recebeu uma placa “pela corajosa atuação no cumprimento do dever” (clique aqui para ler o teor). A honraria foi entregue pelas mãos do delegado geral Mauricio Blazeck; do ex-delegado geral e atual diretor do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade) Marco Antonio Desgualdo; do diretor da Academia de Polícia, Mario Leite de Barros Filho; e do delegado chefe da Assistência Policial do Gabinete da Secretaria da Segurança Pública, Carlos Roberto Benito Jorge, que representou o secretário da pasta; além do próprio deputado Fernando Capez que recepcionou cada um dos familiares que subia à Tribuna. Clique aqui para ver a lista completa dos homenageados.

Mauricio Blazeck falou em nome da Polícia Civil do Estado de São Paulo “Estou aqui com respeito e consideração aos familiares” e convidou a todos para uma reflexão: “Quem são os verdadeiros heróis?” perguntou. Em seguida, justificou: “Não vamos falar da história… mas, sim tratar dos heróis anônimos do nosso cotidiano, daqueles que diuturnamente zelam pelo sono alheio sem que a maioria das pessoas sequer se lembre de suas existências, pelo menos enquanto vivos. O heroísmo nos remete ao sacrifício e, principalmente, ao anonimato e ao enfrentamento de toda sorte de adversidades, sem esperar publicidade de seus atos. É a superação sem isenção, é a dedicação ao próximo, sem a espera de recompensa e, muito menos, de reconhecimento”. E continuou: “Para aqueles que se foram fica o registro da gratidão nas linhas da história da Polícia Civil do Estado de São Paulo. Seus sacrifícios não foram em vão. Meu imenso pesar por essa dor inacabável. Tem heróis que doam suas próprias vidas e tem heróis que doam suas próprias almas. É em nome desses heróis que faço questão de homenagear”, disse antes de nomear cada policial herói.

page3

Mauricio Blazeck ainda fez uma homenagem ao agente de telecomunicações policial, Oswaldo Derwood Mills Neto, que faleceu na manhã de quinta-feira (15) e “que não tombou em serviço, mas por seu trabalho dedicado diuturnamente”, reconheceu. Ele lembrou que o funcionário trabalhou por mais de 20 anos na Comunicação Social da instituição, sendo responsável pela criação do atual site da Polícia Civil, entre outros como a Intranet, contribuindo para “que a imagem da instituição sempre estivesse presente de forma positiva todos os dias. É uma homenagem em forma de gratidão. Nosso maior dever é a gratidão”, reforçou.

Nas considerações finais, o deputado Capez se dirigiu aos presentes com palavras de conforto. “Com o passar do tempo todos nós haveremos de encontrar o momento decisivo. A morte é certa para todos, o que é incerto é o modo como deixaremos essa vida. Todos os homenageados desta noite deixaram a vida, mas a deixaram da maneira mais honrosa possível”, disse. Aos familiares afirmou: “Todos podem conviver ao lado da imensa e insuperável dor, com o orgulho singular de ter convivido com uma pessoa cuja vida não foi em vão e em cujo livro de sua história estará escrita uma história de extremo sacrifício. Doar a própria vida em defesa de outras pessoas e no exercício de sua função faz uma profissão ser inigualável. Essa é a profissão do policial, um ato extremo de solidariedade e de amor”, concluiu.

A Banda Sinfônica do Exército Brasileiro, sob a regência do subtenente João Batista Teixeira, músico da banda da 2ª Divisão do Exército, executou o Hino Nacional, além de outras canções do repertório, para todos os presentes que lotaram o Plenário Juscelino Kubitscheck de Oliveira da Alesp.

A sessão foi transmitida “ao vivo” pela TV Web e será retransmitida neste domingo, dia 18, à meia noite pela Net (canal 7), pela Vivo TV (canal 66 analógico e 185 digital) e TV Digital Aberta (canal 61.2). As informações são do portal da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

[Foto: Divulgação/PCESP]

Anúncios

Os comentários são de única responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do editor do blog. Se achar algo que viole nossos termos de uso, nos avise.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s