Policiais civis realizam treinamento com “Instrutor Zero” no RJ

21501

Do portal da PCERJ

Considerado um dos melhores atiradores do mundo, o italiano conhecido como “Instrutor Zero” está no Rio de Janeiro para realizar um intercâmbio de troca de experiências com os policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE). Veterano do Exército da Itália, ele criou, em 2006, o Team Zero, grupo de treinamento para atiradores.

Quinze agentes da CORE, além de dois militares do Grupo de Mergulhadores de Combate (GRUMEC), um inspetor do Desipe, um policial de Santa Catarina e um policial do Paraná estão participando das atividades. As aulas começaram nesta quinta-feira (24/09) e vão até o fim desta sexta-feira.

“O treinamento é muito importante para preparar o corpo e a mente diariamente. Encontrei aqui no Brasil umas das melhores estruturas que já conheci. As unidades são muito bem treinadas e as técnicas têm um nível muito alto. Eu sou o instrutor, mas estou sempre aprendendo, porque cada país e cidade têm leis e formas de agir diferentes. Essa é uma grande experiência para entender os problemas e soluções aplicadas em cada região”, afirmou o instrutor.

O chefe da Sessão de Operações Táticas e Especiais da CORE, inspetor Mário Mamede, ressaltou o trabalho que a unidade vem realizando, trocando experiências com agentes de outros estados e países. “Para nós, é muito importante esse intercâmbio, porque conseguimos mostrar um trabalho que é feito há muito tempo. Várias unidades de operações especiais têm vindo ao Rio de Janeiro e feito intercâmbios. Temos mostrado nossa situação bem especial, aqui no Rio, e temos percebido que estamos muito enquadrados em relação à situação mundial”, explicou.

Policial do Paraná que foi convidado a participar do treinamento, Sergio Reninato enfatizou a importância das aulas para se profissionalizar cada vez mais. “É uma oportunidade impar poder treinar com instrutor de nível internacional. Ainda mais junto com os experientes profissionais da CORE do Rio de Janeiro. Sempre que um policial tem essa oportunidade, de se especializar e treinar, aumentar o seu nível de conhecimento em técnicas, táticas e procedimentos, quem ganha é a sociedade”, finalizou. As informações são do portal da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ).

[Foto: Divulgação/PCERJ]

Anúncios

Os comentários são de única responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do editor do blog. Se achar algo que viole nossos termos de uso, nos avise.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s