Aplicativo ajuda a recuperar 168 mil veículos roubados e cumprir 25 mil mandados; baixe o seu também

sinesp

Do portal do Ministério da Justiça

Ferramenta gratuita do Ministério da Justiça soma 6 milhões de downloads no país

Brasília, 22/12/15 – Criado há dois anos pelo Ministério da Justiça, o aplicativo Sinesp Cidadão já ajudou a recuperar 168 mil veículos roubados ou furtados em todo o Brasil. Com base em registros criminais, a ferramenta permite que a população identifique motos, carros e caminhões que tenham sido alvos de bandidos e avise à polícia imediatamente, sem que a pessoa se identifique.

O app é gratuito e pode ser baixado em celulares e tablets, ou acessado por computadores. Ele está disponível 24 horas por dia, em qualquer lugar com acesso à internet. Está disponível para as plataformas Android, IOS e Windows Phone. Depois de baixá-lo, é só digitar a placa de qualquer veículo. São mais de 390 milhões de consultas ao aplicativo desde 2013.

Além de checar placas de veículos, o Sinesp Cidadão oferece outros serviços, como descobrir se há alguma ordem judicial contra uma pessoa. Basta digitar dados básicos, como nome e números de documentos. Dessa forma, também já foram cumpridos 25 mil mandados de prisão de pessoas foragidas em pouco mais de um ano e meio de funcionamento desta outra funcionalidade.

Prevenção – Durante a consulta, o aplicativo informa se os dados digitados conferem com os do veículo ou mesmo se há denúncia de que ele foi tomado de assalto de alguém. Nesse caso, a pessoa deve avisar sobre a situação à polícia, para que profissionais treinados apurem o caso. Não é preciso se identificar.

A secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, explica que milhares desses usuários consultaram o sistema e depois acionaram a polícia, que, após checar as denúncias, fez as apreensões e prisões.

“Em inúmeros casos pelo país afora, a polícia foi chamada por usuários do Sinesp Cidadão e descobriu que aquele automóvel seria usado por assaltantes, conseguindo prendê-los antes que cometessem novos crimes”, explica Regina. “Há também comunicados sobre locais onde bandidos deixam estacionados veículos que acabaram de furtar, para depois buscá-los para fazer desmanche”, exemplifica a secretária.

Entretanto, Regina Miki explica que o cidadão não deve agir sozinho. “Quando o usuário verifica algo irregular sobre alguma pessoa ou um veículo, basta acionar profissionais de segurança pública para checar e apurar a suspeita”, orienta.

Informações – O Sinesp Cidadão é um produto da maior plataforma tecnológica sobre segurança pública do país, desenvolvida pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça (Senasp/MJ) em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Miki explica que o Sinesp é um portal de informações integradas que, em parceria com os entes federados, possibilita consultas estatísticas, operacionais, investigativas e estratégicas relacionadas a drogas, segurança pública, justiça criminal, sistema prisional, entre outros.

“Por meio do Sinesp procuramos subsidiar diagnósticos de criminalidade, formulação e avaliação de políticas de segurança, além de promover a integração nacional de informações de forma padronizada”, informa a secretária. As informações são do portal do Ministério da Justiça (MJ).

Baixe o aplicativo:

salvar-play  salvar-app-store  baixe_windows_store

Faça a consulta online no portal Sinesp:

Sinesp Cidadão

Leia também:

[Foto: Reprodução/Serpro]

Os comentários são de única responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do editor do blog. Se achar algo que viole nossos termos de uso, nos avise.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s